Fabricação de ferro

O alto-forno, em alguma forma, existe há quase de 2.000 anos. Ao longo da história, tem sido objeto de fortes críticas e concorrências. Pese as inovações no campo da redução no ciclo de fundição e o desenvolvimento do forno de arco elétrico, o método integrado de fabricação de ferro continua sendo a única opção viável para a produção de aço a grande escala. O melhor entendimento do processo do alto-forno, a melhor preparação do minério, a maior confiabilidade, a longevidade das instalações e em especial as invenções do processo de oxigênio básico e da fundição mecânica contínua têm contribuído para que o método integrado ainda garanta o menor custo por tonelada. Dado que a demanda mundial de ferro continua em ascendendo e que os mercados emergentes requerem volumes a cada vez maiores de aço de alta qualidade com ótimas características de forma, o alto-forno seguirá levando a vantagem sobre outros métodos de fabricação de ferro.